Fuga pras Colinas

Internet boa no sitio

Internet boa no campo!

Chega de gastar dinheiro à toa com internet rural!

E aí, bão?

Nesse artigo, você vai aprender tudo sobre internet rural, todos os custos e tecnologias para você conseguir uma excelente conexão, sem desperdiçar seu tempo e dinheiro! Bão demais né, fio!

E para isso, vou abordar quatro pontos importantes:

– Tecnologia

– Planos de internet

– Antena

– Roteador

“Tecnologia? Vish maria… qual que eu devo usar?”

Para ajudar a escolher qual tecnologia usar, temos que levar em consideração o melhor custo benefício, portanto já vamos abordar os planos de internet nesse tópico tá.

Basicamente, existem 3 opções de tecnologias:

– Rádio, porém a velocidade costuma ser baixa e os planos não ajudam muito.

– Satélite, tem uma cobertura boa, porém o custo é muito alto, você vai pagar mais de R$200 na mensalidade e não vai ter franquia nem para assistir YouTube ou Netflix ao longo do mês.

– Tecnologia celular, é a que tem o melhor custo benefício. Um plano de 360 gigas da Claro hoje sai por R$84,90 a mensalidade e da Vivo de incríveis 1000 gigas sai por R$169,99 a mensalidade (com ligações ilimitadas). Valores imbatíveis!.

Portanto, dá pra ver que onde tem celular, essa tecnologia celular é a melhor opção.

“E a antena sô, como escolher?”

Depois de ter optado pela tecnologia celular, o primeiro passo agora é você saber onde está a torre da operadora mais próxima da sua propriedade, e qual a frequência que ela te manda, pois são essas informações que vão te ajudar a escolher a sua antena.

“Tá, mas como é que vou descobrir onde está a torre mais próxima?”

Bom, você consegue fazer isso com seu celular! Baixando um aplicativo de análise de sinal, o que eu uso e recomendo é o Network Cell Info Lite, ele é gratuito, mas infelizmente não tem para o iOS (a Apple não deixa analisar o sinal de celular!).

Esse aplicativo vai mostrar exatamente qual a qualidade do sinal que seu celular está recebendo e outras informações técnicas importantes, dentre elas vai aparecer uma chamada “Banda”, que é a mais importante porque é nela que está a frequência. Além da Banda, vai aparecer também o mapa da antena e das conexões, e com esses dados em mãos, você consegue direcionar certinho a antena interna da sua propriedade para a torre externa da operadora.

 

Internet boa no sitio!
Internet boa no sitio!

“Ah mas e se meu celular não pegar na minha propriedade? Lá costuma ter sinal não!” 

Daí você vai no aplicativo, abre o mapa, pega o seu carro e dirige até a cidade. Lá você vai conectar na torre da operadora, depois de conectado, você volta para o sítio ou fazenda, e o aplicativo vai registrar todo o caminho e a cobertura.

“E esse negócio aí de frequência, explica melhor pra nóis?”

Você já parou para pensar quantas coisas chegam até nós pelo ar? Rádio, televisão, celular, sinal de internet Wi-Fi são alguns exemplos. No entanto, ao contrário da conexão com cabo, a conexão por radiodifusão não possui uma divisão física que impeça a interferência entre as diferentes tecnologias. É aí que as frequências entram, utilizando ondas com oscilações diferentes para evitar interferência.

Atualmente no Brasil, existem cinco frequências principais para celular, sendo duas da rede 3G e três da rede 4G (a rede 2G também tem outras frequências, mas como o que a gente quer é internet, não vou falar dela!).

A frequência da rede 3G, pode ser 850 ou 2.100 MHz, enquanto a rede 4G, tem duas principais opções que são 2.600 MHz e 1.800 MHz, essas frequências variam para cada operadora, cada torre e cada região.

Recentemente, entrou no mercado a frequência de 700 MHz, que é uma excelente opção para a zona rural, porém poucas áreas têm essa cobertura, porque ela pertencia a TV analógica, portanto se na sua região ainda tem a TV analógica ou acabou faz pouco tempo, muito provavelmente você ainda não tem acesso a essa frequência.

“Já entendi esse trem aí de antena mais próxima e frequência, e agora?”

Depois que você descobriu essas duas informações, é hora de pensar na antena externa, aquela que você vai precisar instalar na sua propriedade para atingir o sinal, pois normalmente a cobertura na zona rural não é suficiente igual é numa cidade.

Se você for pesquisar por antenas na internet, a principal opção que vai aparecer é a antena Quadriband, que custa cerca de R$100,00 a R$150,00 e te promete uma frequência de 800 a 2.600 MHz, mas é MENTIRA! Não caia nessa, pois essas antenas só funcionam para altas frequências, que é justamente a que não pega na zona rural.

Antena Quadriband, não serve para zona rural

Outra opção que vai aparecer nas pesquisas, é a antena de TV digital comum, que custa cerca de R$30,00 a R$50,00, na qual já te atende melhor, mas ela ainda não alcança as frequências de 700 e 850 MHz, então ainda não é essa que vou recomendar pra vocês.

Antena TV digital, é boazinha, mas não a melhor

Antes de comprar sua antena, é importante pegar aquelas informações que você precisou descobrir sobre a frequência que pega na sua propriedade, lembra? Se era 3G de 850MHz ou 4G de 700MHz? Então, você vai ter que comprar exatamente a antena para a frequência que você descobriu. Se você comprar antena errada, não vai pegar o sinal, e isso é um erro muito comum, que inclusive já cometi, e estou aqui compartilhando para vocês não cometerem também, tá?!

E pra fechar, qual roteador é bão?

Agora é chegada a hora de escolher o roteador. As opções mais comuns do mercado são Vivo Box ou Claro Box, sejam os mais antigos ou mais novos.

Se você for em qualquer loja da Vivo, Claro, Tim e Oi, são essas opções que eles vão querer te oferecer, mas acontece que esses roteadores são excelentes para cidade e uma porcaria na zona rural, pois eles não pegam todas as frequências, por exemplo, tem modelos que pegam a frequência mais nova do 4G em 700 MHz, mas não pegam a frequência de 1.800MHz que é a mais comum. Então não caia nessa cilada aí como eu caí, pra depois quando não funcionar, vim querer pôr a culpa no sinal, sendo que o problema foi o roteador.

São tantas opções de roteador, cada um com sua vantagem e desvantagem, que eu vou fazer um outro artigo só sobre esse tema! Fica de olho!

A minha solução!

Agora eu vou compartilhar com vocês a solução que eu encontrei, que é a mais simples e a mais barata, e você não vai acreditar quando eu te contar!

Você vai precisar apenas de um celular antigo que funcione a internet e uma parabólica telada daquelas antigas de sinal via satélite para TV!. Eu peguei meu celular antigo, coloquei o chip nele aqui, fui até a cidade e conectei na rede 4G, vi que ele é compatível com a frequência mais comum de lá, então voltei até o sítio. Lógico que aqui não tinha mais sinal, então eu peguei uma braçadeira de esporte, coloquei o celular dentro dela, e prendi a braçadeira na haste do meio da parabólica, puxei uma extensão pra conectar um carregador no celular, e pronto, agora meu sítio tem sinal com um Wi-Fi bão!

Só para você entender, basicamente o que acontece é que a antena parabólica é um espelho gigante que vai concentrar o sinal 4G, na antena interna do celular, e este vai captar perfeitamente bem esse sinal nessa configuração, fazendo o que a gente chama de Hotspot, ou seja, compartilhando o sinal 4G  pelo WiFi, como se fosse um roteador comum. Fazendo isso eu peguei 20 Megas de velocidade aqui, há quase 10 km da torre da operadora na cidade.

Essa foi a melhor configuração que eu consegui, e a mais barata também, então se eu pudesse te recomendar algo, comece por ela!

Minha solução: celular preso na haste da parabólica

Enfim pessoal, espero que com esse artigo, você não cometa os mesmos erros que eu. Talvez tenha sido muita informação num texto, então se você tiver qualquer dúvida pode me mandar uma mensagem ou deixar o seu comentário, dentro do possível nóis vai se virando!.

Boa sorte aí na sua propriedade, que o seu sinal seja excelente, que você assista Netflix em HD com a sua família na sua sala!

TAMO JUNTO!

2 comentários em “Internet boa no campo!”

  1. Helio Lopes

    Boa noite
    Primeiro quero te dar os parabéns pela sua iniciativa de ajudar o povo do campo a ter acesso a internet.
    Com sua ajuda conseguimos levar internet a uma propriedade rural no interior do Mato Grosso.
    Se for possível, queria uma ajuda com relação a uma dúvida sobre upload, ou seja, hoje uso um chip pré pago que comprei para testes da minha internet rural mas na verdade quero usar essa internet para acessar um DVR da Intelbras onde são ligadas 4 câmeras.
    Pretendo monitorar acessar esse DVR de meu escritório na cidade e não sei que pacote adquirir porque sempre se fala em pacotes de download e estou com dificuldade para entender como funciona o upload no consumo dos planos.
    Não sei se deu para entender mas se puder me ajudar ficarei eternamente agradecido.
    Mais uma vez parabéns pela iniciativa.
    Obrigado pela atenção
    Helio T. R. Lopes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.